Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Governo do Estado e Santa Maria formalizam acordo para renovação de contrato com a Corsan

Publicação:

Ato assinatura convênio pré contrato de Santa Maria com a Corsan
Ato assinatura convênio pré contrato de Santa Maria com a Corsan - Foto: Ascom/Corsan
Por Ascom/SOP

A Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação (SOP) e a Prefeitura de Santa Maria formalizaram, nesta segunda-feira (11), o convênio que permitirá a renovação do contrato da Corsan com o município. O convênio foi formalizado após aprovação da Câmara de Vereadores, conforme determina a Lei Orgânica de Santa Maria. Os próximos passos são a finalização da minuta do contrato e a consulta pública para que a população aprove a renovação. O ato ocorreu no Centro Administrativo Fernando Ferrari, em Porto Alegre, com a presença do secretário de Obras, Fabiano Pereira, do presidente da Corsan, Flávio Presser, e do prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom.

"Assinar o convênio será bom para a cidade e para a Corsan. Este grande investimento do governo do Estado será refletido na qualidade de vida, na valorização imobiliária e, principalmente, na saúde da população", afirmou o secretário Fabiano Pereira.

Para o presidente da Corsan, Flávio Presser, a formalização do convênio é muito importante, já que Santa Maria é o segundo maior município a contar com os serviços da companhia.

O prefeito Jorge Pozzobom destacou a discussão séria e com responsabilidade sobre o tema. "Conseguimos superar as divergências e avançar. Acredito que essa grande parceria mudou a relação da prefeitura com a Corsan", afirmou.

A renovação do contrato da Corsan com Santa Maria prevê R$ 550 milhões em investimentos no município. Entre as novidades, está a criação de um fundo municipal compartilhado, com recursos depositados na conta da prefeitura. "O fundo pode ser utilizado para ações de drenagem, tratamento de resíduos sólidos, água e esgoto", explicou o secretário.

O contrato ainda prevê a indenização do município, por meio de obras como a construção de uma avenida ligando os eixos Leste e Sul, num total de R$ 20 milhões, além da conclusão das obras de esgotamento sanitário do bairro Camobi e da Vila Lorenzi.

CORSAN