Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Informações sobre comprometimento do abastecimento de água devido à paralisação dos caminhoneiros

Publicação:

Em relação ao possível comprometimento do abastecimento de água devido à paralisação dos caminhoneiros, a Corsan informa que o principal impacto está nas regiões Sul (principalmente município de Rio Grande) e Central.

Os principais produtos comprometidos são o sulfato de alumínio e o cloro. O sulfato de alumínio é utilizado no início do processo para clarificação da água. É produzido na Corsan, mas há a dificuldade de receber os insumos para a produção (bauxita e ácido sulfúrico). Além disto, os caminhões das empresas transportadoras estão com dificuldade em fazer as entregas ou pela passagem nos locais de manifestações ou mesmo pela falta de combustível para deslocamento. O cloro é utilizado como bactericida para descontaminação da água das estações e poços artesianos. A distribuidora atual fica em Nova Santa Rita.

A Corsan contatou a Secretaria de Segurança do Estado e Polícia Rodoviária Estadual e Federal para viabilizar o deslocamento. O problema só não é maior porque temos estoque de produtos. Se não houvesse estoque teríamos problemas nos 317 municípios. Os problemas atualmente são nos municípios programados para reposição.

CORSAN