Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Medição

Hidrômetros e Medição do Consumo

Observe os seguintes apontamentos quanto ao uso dos hidrômetros:

Somente funcionários da CORSAN ou pessoas devidamente autorizadas pela companhia poderão instalar, reparar, substituir ou remover hidrômetros, sendo absolutamente vedada a intervenção do titular, usuário ou seus agentes nesses atos.

O titular, cliente ou condomínio será responsável pela guarda e segurança do hidrômetro instalado em seu imóvel.

O conserto dos hidrômetros, cujos defeitos decorram do desgaste normal de seus mecanismos, será executado sem qualquer ônus para o titular ou cliente. Entretanto, as despesas decorrentes da reparação de hidrômetros danificados por intervenção indevida serão cobradas do titular, cliente ou condomínio.

Comprovada a danificação do aparelho com o propósito de fraudar a medição, será aplicada multa prevista na Tabela de infrações da CORSAN.

O titular ou cliente poderá solicitar aferição do hidrômetro instalado em seu ramal predial. No caso de o hidrômetro não apresentar defeitos, segundo os padrões estabelecidos pelo INMETRO, deverá o interessado arcar com as despesas de retirada, aferição e recolocação do aparelho.

Quanto à medição de seu consumo, saiba que:

A leitura do hidrômetro para apuração do consumo será efetuada mensalmente.

Nos casos de impossibilidade técnica ou inexistência de hidrômetros para instalação serão consideradas, para efeito de faturamento, estimativas de consumo, de acordo com a categoria da economia.

Quando o imóvel sem consumo for constituído por economias enquadradas em categorias de uso distintas e servido por um único ramal predial, será cobrado o somatório dos valores dos serviços básicos de acordo com as categorias de uso. Havendo consumo, o mesmo será rateado pelo número de economias existentes no imóvel, aplicando-se à parcela do volume rateado, o valor do m³ estabelecido para a categoria de uso de cada uma das economias.

CORSAN