Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Presidente da Corsan visita obras e promove ações de esgotamento sanitário no litoral norte

Publicação:

Capão da Canoa   visita às obras
Capão da Canoa visita às obras - Foto: João Paulo Flores

O diretor-presidente da Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento), Flávio Ferreira Presser, cumpriu agenda ontem, 20, no litoral norte. O dirigente da Corsan, acompanhado do vice-prefeito Jairo Marques, visitou as obras da Estação de Tratamento de Esgotos Guarani, em Capão da Canoa. Trata-se de um investimento na ordem de R$ 23 milhões que inclui a implantação de dois dos quatro módulos, cada um com capacidade para tratar 64 litros por segundo. Nessa primeira etapa, que estará concluída em meados do próximo ano, serão tratados 128 litros por segundo, beneficiando 80 mil pessoas de Capão da Canoa, entre moradores e veranistas.

Em Torres, Presser acertou parcerias com o prefeito Carlos Alberto Matos de Souza para implantar redes de abastecimento de água nas praias ao sul do município, o que é plenamente viável tendo em vista que a Corsan está construindo três reservatórios e implantando uma adutora, possibilitando a interligação de todas as praias até Arroio do Sal. Além disso informou o andamento das obras de esgotamento sanitário na cidade que vão beneficiar o Centro, Igra Norte e Getúlio Vargas. Na oportunidade foi assinado o patrocínio da Corsan ao 29º Festival de Balonismo de Torres, que será realizado de 28 de abril a 1° de maio.

Por fim em Xangri-lá, na presença do prefeito Cilon Rodrigues da Silveira, o diretor-presidente da Corsan assinou o recebimento oficial da Estação de Tratamento de Esgotos, denominada "ETE dos Empreendedores". Pelo documento, a estação de tratamento construída por 17 empreendedores de condomínios, que foi entregue à Prefeitura, foi repassada à Corsan que ficará responsável pela operação do sistema. Em sua manifestação o presidente da Corsan ressaltou a importância das ações que estão sendo realizadas nos sistemas de esgotamento sanitário do litoral norte, "o que gera a preservação do meio ambiente, e o desenvolvimento do turismo e da construção civil, atividades fundamentais para a região". "A Corsan está investindo R$ 250 milhões em obras no litoral, sendo 80 milhões em sistemas de abastecimento de água e R$ 170 milhões em esgotos nos maiores balneários da região, o que é decisivo para a manutenção da balneabilidade e o desenvolvimento das comunidades", concluiu Presser.

CORSAN