Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Companhia duplica capacidade de tratamento de esgotos de Santa Maria

Publicação:

Corsan duplica capacidade de tratamento de esgotos de Santa Maria
Corsan duplica capacidade de tratamento de esgotos de Santa Maria

A Corsan iniciou, nesta quinta-feira (7), as obras de duplicação da capacidade da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) de Santa Maria, num investimento na ordem de R$ 26 milhões. A solenidade foi realizada no Salão do Santuário do Divino Espírito Santo, no bairro Camobi, onde a Corsan está implantando redes coletoras de esgotos sanitário, e reuniu autoridades estaduais e locais.

Em sua manifestação, o vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, afirmou que Santa Maria tem mais de 60% de cobertura de esgotos e que, graças às obras em andamento, esse índice chegará a 80%. Já o prefeito Jorge Pozzobom disse que essas obras que ficam enterradas geram transtornos, mas são indispensáveis à população, ressaltando a transparência no novo contrato assinado entre o município e a Corsan.

Para o diretor de Expansão da Companhia, Júlio Hofer, essas obras colocam Santa Maria na vanguarda entre as cidades do Estado no tratamento de esgotos. Sobre as obras, o diretor da Corsan lembrou que equipes socioambientais vão visitar a população onde os trabalhos estão sendo realizados para explicar as melhorias. “São ações que Santa Maria merece e precisa”, ressaltou Hofer. O superintendente regional da Corsan, José Epstein, disse que são mais de R$ 50 milhões em obras que a empresa executa no momento na cidade, cumprindo o que foi assinado.

Na oportunidade, foi entregue a ordem de início das obras ao representante da empresa Traçado Construções e Serviços Ltda., Juliano Locatelli, e assinado pelo prefeito Pozzobom decreto de cessão de uso de área do município à Corsan para implantação de Estação de Tratamento de Esgotos no bairro João Goulart. Também presentes o diretor de Operações da Corsan, André Finamor, o vice-prefeito de Santa Maria, Sérgio Cechin, vereadores, secretários municipais e autoridades estaduais.

A ETE tem capacidade de tratamento de 260 litros por segundo. Assim que a obra for concluída, num prazo de 720 dias, a vazão do tratamento será duplicada, passando a capacidade para 520 litros por segundo. Essa obra vai beneficiar mais de 277 mil pessoas. Serão realizadas reformas da estrutura existente, com modificação do sistema de aeração e elevação do esgoto bruto, e implantado o módulo II para tratamento químico do esgoto doméstico.

Canais de Relacionamento

Call Center 24 horas

0800 646 6444

Fale Conosco

Redes Sociais

Redes sociais

App Corsan

Disponível no Google Play Baixar na App Store

Tudo Fácil

Av. Borges de Medeiros, 521
Porto Alegre - RS
Ver no Mapa

Atendimento Online
CORSAN