Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Quem somos

Perfil Corporativo

A Companhia Riograndense de Saneamento – Corsan, sediada em Porto Alegre, capital gaúcha, é uma sociedade de economia mista, de capital aberto, instalada em 28.03.1966, a partir da lei estadual 5.167/1965 – RS, cujo controle acionário é exercido pelo Estado do Rio Grande do Sul. Compõem a estrutura acionária da Companhia, ainda, oito municípios gaúchos, conforme quadro abaixo:

Fonte: Carta Anual de Políticas Públicas e Governança Corporativa - 2020/2021
Fonte: Carta Anual de Políticas Públicas e Governança Corporativa - 2020/2021


Constituem o objeto social da Corsan a realização de estudos, projetos, construções, operações, exploração e ampliação dos serviços públicos de abastecimento de água potável e de esgotamento sanitário. A Companhia atua em 317 municípios gaúchos, com uma força de trabalho de 5681 empregados, tendo atingido 96,7% de universalização na disponibilidade de água potável nas áreas urbanas administradas e 16,3% de universalização em esgoto. Sua abrangência alcança, portanto, cerca de seis milhões de pessoas.
A Corsan atua, ainda, tratando efluentes industriais e resíduos sólidos do III Polo Petroquímico, sediado em Triunfo (RS), bem como efluentes industriais produzidos pelo Complexo Automotivo Industrial da General Motors do Brasil, no município de Gravataí (RS).


História

Os primeiros sistemas públicos de abastecimento de água do Rio Grande do Sul surgiram na segunda metade do século 19. É a fase precursora do saneamento, iniciando-se por Porto Alegre (1864) e Rio Grande (1877). Nova etapa seria marcada com a entrada do Estado no equacionamento dos problemas sanitários por meio da criação, em 1917, da Comissão de Saneamento vinculada à Secretaria das Obras Públicas. A sua finalidade era orientar, coordenar e fiscalizar a implantação de sistemas de água e esgotos pelos municípios. Destaca-se a contratação de diversos projetos junto ao sanitarista Saturnino de Brito, que realizou os estudos para o abastecimento de água e dos sistemas de esgotos sanitários de Dom Pedrito, Santa Maria, Uruguaiana, Alegrete, Itaqui, Jaguarão, Cachoeira do Sul e São Leopoldo.
Em 1936, a antiga Comissão de Saneamento foi transformada em Diretoria de Saneamento e Urbanismo da Secretaria das Obras Públicas. Pela primeira vez, as prefeituras, através de convênios, concediam ao órgão estadual a responsabilidade direta pela ampliação dos sistemas existentes ou a implantação do serviço. Como consequência, teve início o planejamento do saneamento em nível estadual com a determinação de prioridades, resolvendo, desta forma, muitos problemas críticos de falta de água.
Nessa época, municípios que haviam contraído empréstimos para a implantação dos seus sistemas de água e esgotos, repassaram a atribuição ao governo do Estado, que absorveu também o ônus dos financiamentos. Foi o caso, por exemplo, de Santa Maria, Cachoeira do Sul e Cruz Alta. O desenvolvimento do Estado e o crescimento das cidades, com o consequente aumento da demanda por saneamento, levaram o governo a optar pela criação de uma empresa estatal para essa área.
A Companhia Riograndense de Saneamento foi criada em 21 de dezembro de 1965 e oficialmente instalada em 28 de março de 1966, sendo esta a data oficial de sua fundação. A empresa que surgia tinha pela frente o desafio de proporcionar ao Rio Grande do Sul e a sua população melhor qualidade de vida, e a imagem do aguadeiro, que precariamente abastecia as populações no início do século, ficou definitivamente na história. Atualmente, a Corsan abastece cerca de 6 milhões de gaúchos. Isto representa cerca de 2/3 da população do Estado, distribuídos em 317 municípios.


Missão e Visão

Missão
Prestar serviços de excelência em saneamento básico nos segmentos e na área em que atua, cumprindo o seu papel social, ambiental e econômico, gerando valor às partes interessadas.

Visão 2016-2019
Em 2019, manter a universalização da cobertura de água e atender 30% da população urbana com a utilização do sistema de esgotamento sanitário de modo sustentável e com a garantia da satisfação dos clientes.

Visão 2030
Em 2030, ser reconhecida pela universalização dos serviços de abastecimento de água, por atender 70% da população urbana utilizando o sistema de esgotamento sanitário, pela excelência dos seus serviços e produtos e pela consolidação de novos negócios.


Valores
- Sustentabilidade
- Responsabilidade Social e Corporativa
- Ética
- Transparência
- Produtividade
- Segurança
- Eficiência
- Gestão Compartilhada
- Valorização das Pessoas
- Integração entre as Áreas


Arquivos anexos

Conteúdos relacionados

Canais de Relacionamento

Call Center 24 horas

0800 646 6444

Fale Conosco

Redes Sociais

Redes sociais

App Corsan

Disponível no Google Play Baixar na App Store

Tudo Fácil

Temporariamente sem atendimento.

Atendimento Online
CORSAN