Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Tratamento de Água

Do total da água existente no planeta, 97,5% corresponde à água salgada e o restante (2,5%) à água doce. Destes, 68,9% estão nas calotas polares, 29,9% nos reservatórios subterrâneos, e apenas 1,2% disponíveis como águas superficiais.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 63,9% dos 5.507 municípios brasileiros têm abastecimento de água por meio de rede de distribuição. A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que a falta de saneamento resulte em uma morte infantil a cada 20 segundos.

A CORSAN, preocupada com estes dados, leva água tratada para 98% da população das cidades abastecidas pela Companhia.

A água, embora indispensável ao organismo humano, pode conter substâncias (elementos químicos e micro-organismos) que devem ser eliminados ou reduzidos a concentrações que não sejam prejudiciais à saúde.
As Estações de Tratamento de Água (ETAs) foram criadas para remover os riscos presentes nas águas das fontes de abastecimento por meio de uma combinação de processos e de operações de tratamento.

O tratamento da água superficial consiste nas seguintes etapas:
Captação: retirada de água bruta do manancial;
Adução: caminho percorrido pela água bruta até a Estação de Tratamento de Água;
Mistura rápida: adição de um coagulante para remoção das impurezas;
Floculação: onde ocorre a aglutinação das impurezas;
Decantação: etapa seguinte, em que os flocos sedimentam no fundo de um tanque;
Filtração: retenção dos flocos menores em camadas filtrantes;
Desinfecção: adição de cloro para eliminação de micro-organismos patogênicos;
Fluoretação: adição de compostos de flúor para prevenção de cárie dentária;
Bombeamento para as redes e reservatórios de distribuição.

A CORSAN mantém todo o volume de água tratada dentro dos padrões de potabilidade exigidos pelo Anexo XX da Portaria de Consolidação Nº 05/2017 do Ministério da Saúde através do controle de qualidade realizado nas ETAs e Poços ou Fontes por meio de 341 Laboratórios físico-químicos e 171 Laboratórios microbiológicos. Além disso, a Companhia ainda conta com um Laboratório Central o qual complementa a execução das análises exigidas pela Legislação Federal. Esse Laboratório é acreditado pelo INMETRO segundo os critérios da ISO 17025, que garante sua competência técnica.
Nas localidades atendidas por poços e fontes, geralmente a água subterrânea necessita apenas das etapas de desinfecção e fluoretação para torná-la potável.

 

Canais de Relacionamento

Call Center 24 horas

0800 646 6444

Fale Conosco

Redes Sociais

Redes sociais

App Corsan

Disponível no Google Play Baixar na App Store

Tudo Fácil

Av. Borges de Medeiros, 521
Porto Alegre - RS
Ver no Mapa

Atendimento Online
CORSAN