Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Corsan anuncia retomada de obras de esgotamento sanitário em Carazinho

Publicação:

carazinho
carazinho

Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira (10), na Promotoria de Justiça de Carazinho,  o presidente da Corsan, Flávio Ferreira Presser, anunciou ao prefeito Milton Schmitz e à promotora Rosângela Mazzuco a retomada das obras de esgotamento sanitário na cidade. Já em setembro serão licitadas as obras da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE), cujas instalações estão 90% concluídas. A execução não havia terminado devido a problemas com a empresa que a realizava.
Agora, conforme Presser, a retomada das obras da ETE contemplarão a segunda etapa do tratamento, que será licitada em setembro, num investimento de R$ 6 milhões com recursos próprios da Companhia  e previsão de conclusão em dois anos. Sobre os 120 km de redes coletoras, que permitirão dotar 46% da cidade com cobertura de esgotos, o presidente da Corsan aguarda manifestação da Caixa Econômica Federal, que havia destinado recursos para realizar as obras. Caso não seja possível a retomada dessa etapa com recursos federais, Presser afirmou que poderá ser utilizado o Fundo Municipal de Gestão Compartilhada. A previsão é que as obras se estendam até 2023.
O prefeito de Carazinho elogiou o trabalho da Corsan e falou da importância de esse investimento ser retomado o mais breve possível.  Sobre os prazos, entendeu que as obras de esgoto são difíceis de serem executadas, pois gera transtornos, por isso o prazo proposto pela Corsan. Schmitz também elogiou o papel do MP na busca de soluções para a questão do saneamento.
A promotora Rosângela Mazzuco apresentou as demandas de saneamento na cidade, recebendo as informações sobre o serviço e encaminhou as questões legais, afirmando que um aditivo ao contrato existente entre a Corsan e o município poderá ser assinado após a retomada das obras.

CORSAN